skip to Main Content

Compartilhe!

O Sindicato Nacional dos Editores de Livros

Criado em 1941, o Sindicato Nacional dos Editores de Livros tem como finalidade o estudo e a coordenação das atividades editoriais, bem como a proteção e a representação legal da categoria de editores de livros e publicações culturais em todo o Brasil.

Como representante da categoria editorial, o SNEL é filiado à International Publishers Association (IPA) e ao Centro Regional para el Fomento del Libro en America Latina y el Caribe (Cerlalc).

Para se associar ao Sindicato Nacional dos Editores de Livros

é necessário ser pessoa física ou jurídica que participe da categoria de editor de livros e publicações culturais não periódicas.

Associe-se

O Sindicato mantém articulações permanentes com diversas entidades, tanto governamentais quanto privadas, com o objetivo de fomentar a política do livro e da leitura no país. Além disso, oferece uma gama de serviços e benefícios aos seus associados. Saiba mais.

Estatuto

Leia a íntegra do estatuto que normatiza o Sindicato Nacional dos Editores de Livros e estabelece as competências da entidade e de seus associados.

Conheça a nossa história

1941 – 1960

Primeiras vitórias: isenção tributária do livro e do papel

1961 – 1975

União da classe e ênfase em políticas para o livro didático

1976 – 1983

Luta contra a censura e criação da Bienal do Livro Rio

1984 – 1993

Manutenção da imunidade fiscal do livro e combate à reprografia ilegal

1994 – 2007

Fortalecimento da representação do setor editorial junto ao Governo

2008 – 2011

Aproximação com as entidades do livro e foco nos projetos de Lei

2011 – 2014

Aprovação da Lei das Biografias e debates sobre o Preço Fixo do Livro

2014 – 2019

Ênfase na profissionalização do setor e na valorização do livro e da leitura no país

Back To Top