skip to Main Content

Nota à imprensa

O Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) repudia toda e qualquer forma de censura e restrições à livre manifestação cultural. Dessa forma recebemos com indignação a tentativa de restringir a venda de alguns livros e revistas durante a XIX Bienal Internacional do Livro Rio, evento que é, há 38 anos anos, uma das mais importantes manifestações culturais do país, promovendo a leitura, debate e a construção de uma sociedade justa e democrática. Mas para haver democracia é imprescindível o diálogo, tolerância e o respeito à produção intelectual dos editores e autores em nosso país.

Back To Top
Skip to content